Dúvidas Frequentes

 

O mau hálito também tem

outras causas?

 

A. Medicamentos: antidepressivos, tranqüilizantes, anti-histamínicos, descongestionantes, anti-hipertensivos. B. Alimentos e Hábitos: Bebidas alcoólicas e diversos alimentos produzem gases voláteis de enxofre (alho, cebola, couve, brócolis, feijão, carne vermelha, repolho, frituras) podem causar alterações no aroma bucal. Períodos longos sem ingerir alimentos (regimes).

 

Todas as pessoas têm mau hálito

ao acordar?

 

Devido ao jejum da noite associado à redução do fluxo de saliva que acontece durante o sono ocorre maior fermentação e maior liberação de odores de enxofre. Após escovar os dentes e ingerir o desjejum, esse hálito desaparece. Se isso não ocorrer, existe algum problema para ser pesquisado e corrigido.

 

Quem são os pacientes mais

susceptíveis a halitose?

 

Aqueles que apresentam mudanças nos padrões salivares (baixo fluxo salivar ou aumento da viscosidade), sangramento gengival, doença periodontal, saburra lingual, cáseo, processos alérgicos e alterações sistêmicas capazes de produzir metabólitos aromáticos desagradáveis ao olfato humano.

 

Com a gastrite, o mau hálito pode

vir do estômago?

 

No caso da relação entre a halitose e gastrite, a redução do fluxo salivar propicia a formação de saburra, a qual permite que o Heficobacterpilori se instale no dorso lingual, podendo chegar ao estômago e desencadear a gastrite. Na verdade, a manutenção do fluxo salivar em condições normais não evita apenas a formação de saburra e mau hálito, mas também previne a possibilidade de o paciente se tomar predisposto à gastrite, pneumonia, amidalite, periodontite etc.

 

É possível que uma pessoa tenha

mau hálito e não perceba?

 

Sim. As pessoas que têm um mau hálito constante não percebem seu próprio hálito, por fadiga olfatória. "As células olfatórias sofrem um processo de fadiga e se acostumam com o odor".

 

É possível medir

o hálito?

 

O halímetro, aparelho que mede a quantidade dos compostos sulfurados voláteis (CSV) - gases causadores do mau hálito na boca. Halimeter® é capaz de quantificar os odorivetores que compõem o hálito, e portanto, grande auxiliar no diagnóstico e acompanhamento do tratamento até a alta do paciente. Também é utilizado em pesquisa padrão.

 

Como eu posso saber se tenho
ou não mau hálito?

 

Procure um dentista habilitado para o diagnóstico e o tratamento da halitose. Eles possuem o equipamento para medir e avaliar seu potencial de hálito, Halimeter®.

 

Por que a saliva é importante para
combater mau hálito?

 

Em mais de 80 por cento dos casos de halitose, são encontradas alterações na saliva, seja em relação à sua quantidade ou qualidade.O mais comum é que o fluxo esteja reduzido, isso irá facilitar a formação da saburra e do mau hálito. Essa redução, poderá provocar problemas como a ardência de boca e língua. O restabelecimento do fluxo salivar normalmente resolve o problema da saburra, do mau hálito e da ardência. Esse restabelecimento, poderá ser feito através de simples cuidados, ou em casos mais avançados, será necessário o uso de medicamentos para tal fim. Uma outra opção, é o uso de lubrificantes bucais, que substituem a saliva e aliviam a ardência.
Caso a sua dúvida não esteja relacionada nos tópicos acima, entre em contato que iremos auxiliar!